31/08/12

TERRA À VISTA - TROVANTE

A letra não é muito clara, e ao longo destes anos sempre tenho ouvido quem a cante com palavras diferentes. É interessante que a letra pode ter uma conotação católica e estruturalmente portuguesa.

TERRA À VISTA (do álbum "Terra Firme" - Trovante)

Quem por desdém a ti não quer
Não merece o chão que piza.
Sinto a terra que treme ao frio,
Por isso te aconchego.

Perdoa a todos os teus filhos,
Perdoa a quem não dê (vê, crê).
Portugal... por ti eu espero
E só, mas só por ti eu sou.

Se a mãe das dores é a saudade,
Que orgulho assim tão triste,
Cantar ao sol é vento em vela
a (de) quem nunca desiste.

Perdoa a todos os teus filhos
Perdoa a quem não dê
Portugal... por ti eu espero
E só, mas só por ti eu sou

Portugal... a ti eu espero
E só, mas só por ti eu sou.

1 comentário:

Carlos Luna disse...

Terra à Vista (Hino a Portugal). Trovante, (1987)//João Gil




Quem por desdém a ti não quer/
não merece o chão que pisa/
Sinto a terra que treme ao frio/
por isso t' aconchego///

Perdoa a todos os teus filhos/
Perdoa a quem não vê/
Portugal, por ti eu espero/
e Sol a Sol por ti e sou///

Se a mãe das dores é a saudade/
qu' orgulho assim tão triste/
Cantar ao Sol é vento em vela/
a quem nunca desiste///

Perdoa a todos os teus filhos/
Perdoa a quem não vê/
Portugal, por ti eu espero/
e Sol a Sol por ti eu sou/
Portugal, por ti eu espero/
e Sol a Sol por a ti eu sou///

Portugal, por ti eu espero/
e Sol a Sol por ti eu sou/
Portugal, por ti eu espero/
e Sol a Sol por ti eu sou///





https://www.youtube.com/watch?v=nE-LBfAk530



TEXTOS ANTERIORES