08/12/11

Giudizio di Mons. Lefebvre su Ratzinger

5 comentários:

José disse...

A Roma de 2011 não é a Roma de 1988, tal como o Papa Bento XVI não é o Cardeal Ratzinger, da mesma forma que o Papa Pio IX não era o Cardeal Ferretti.

Parafraseando os Padres Laguerie e Aulagnier, que o conheceram muitíssimo bem, não tenho quaisquer dúvidas que na actual conjuntura Monsenhor Marcel Lefebvre já teria chegado a um acordo de regularização canónica da FSSPX com Roma.

ascendens disse...

José,

A Igreja de ontem é a Igreja de hoje, ela é santa, imaculada, inerrante... como certamente sabe e igualmente defende.

Pergunto-lhe se concorda que Roma em 1988 tinha apostatado. Se sim, diga-me porquê, e diga-me quando se converteu Roma.

Aguardo.

ascendens disse...

José,

Ainda sobre Roma não ser hoje o que foi ontem, portanto, que Roma é falível e mutável, tenho a dizer que, a ser como diz, Roma de hoje de manhã não é Roma de hoje de tarde. Que importa? NADA,pois tudo o que é perecível só vale mediante a união que tiver com Deus. Neste sentido lhe lancei as perguntas no comentário anterior. Espero que a conversa ganhe contornos e clareza depois da sua reposta.

Até já...

ascendens disse...

José,

Os acordos e desacordos e acordos e desacordos da actual direcção da FSSPX não são assunto que me interesse minimamente. Isso é política e no blogue ASCENDENS não costuma ser dado espaço a isso. Importa em nada diminuir a Fé, a moral, e bons-costumes... o resto, é secundário.

Órgão - Fotolog disse...

José sem resposta?!

TEXTOS ANTERIORES