08/12/11

A LEI NATURAL E A MORAL (áudio em castelhano)

Áudio da autoria da Rádio Convcción (Chile).

MORAL CATÓLICA
"A Lei Natural e a Moral"


Pode ainda descarregar o áudio aqui (instruções: clique em "Baixar Agora" > "Slow donliad" > aguarde 50 segundos até que apareça "Baixar o arquivo agora" onde há de clicar por fim).

7 comentários:

Reaccionário disse...

Caro Ascendes,

O que é que me diz deste «teólogo católico»?

http://www.freezone.pt/index.php/opiniao/366-bencao-para-homossexuais.html

Mal vai a Igreja com «teólogos» assim...

Cumprimentos.

ascendens disse...

Reaccionário,

O autor do texto está cogitando fora do pensamento católico. Fora do pensamento católico, contra ele, nem adianta fazer defesa de algo ou ataque de algo. É simples...

Obrigado por ter comentado.
Cumprimentos.

ascendens disse...

Seria interessante conseguir um áudio que trata este tipo de assuntos mas do ponto de vista católico, exclusivamente. Depois verei o que se arranja.

Volte sempre.

ascendens disse...

Ui... o teólogo António da Cunha Duarte Justo é português, fez teologia na Católica.... isto anda lindo anda...

Pasme-se, foi "ordenado padre salesiano pelo Cardeal de Lx.", e claro, está prontinho para divulgar com toda a autoridade discente "Orient. psicopedagógico e prof. no Col. Oficinas de S. José de Lx.". Olhe a aberração onde se chega "Encar. da Missão Cat. Port. de St. maur e Ivry/Paris"... bem, o que mais faz este senhor é ensinar.

Eis o profile dele

http://www.blogger.com/profile/11561230814882809049

Estou a ver que as coisas estão muito pior. Pensava que este tipo de gente estava mais na "base". Como acreditar que Roma não está em apostasia?!!!

Muito obrigado pela notícia. Se souber de outras situações que mostrem o degredo a que já chegámos, por favor, diga-me alguma coisa. Há que alertar as pessoas.

Mais uma x obrigado.

ascendens disse...

"Os dogmas da religião e as teorias científicas seriam mal-entendidos se fossem reduzidos a absolutos lógicos ou a realidades factuais."

http://antonio-justo.blogspot.com/2011/10/religiao-nao-e-renuncia-mas.html

Reaccionário disse...

Caro Ascendes,

Infelizmente o caso desse «teólogo» não é único. Se me permite, aponto-lhe o caso do «Padre» Carreira das Neves:

http://www.youtube.com/watch?v=i72HBqCiXyM

http://www.youtube.com/watch?v=ROsNvFWWbOw

http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1597481

http://www.youtube.com/watch?v=gSU9Z4g4PbM


E do «Padre» Mário de Oliveira:

http://www.youtube.com/watch?v=pebA4k5qkSU

http://www.youtube.com/watch?v=iXBZN5FLaKI

http://www.youtube.com/watch?v=WsSTo7EEpBs

http://noticias.sapo.pt/especial/bentoxvi_portugal/info/artigo/1061428.html


E do «Padre» Costa Pinto:

http://www.bloco.org/index.php?option=com_content&task=view&id=1987&Itemid=62


E ainda do «Bispo» das Forças Armadas:

http://www1.ionline.pt/conteudo/66412--concordo-e-aceito-um-homem-que-viva-com-um-homem


Cumprimentos.

ascendens disse...

Reaccionário,

Obrigado pela informação que está a transmitir.

Eu conheço as ideias que circulam entre o clero diocesano, do conservador ao mais progressista, aqui em Portugal. Eu fui seminarista em duas dioceses muito diferentes. O que estranho é aquele tal Pe. António Justo estar já em altas promoções como teólogo e formador. Ou seja, hoje acredita-se mal que deverão ser os teólogos a puxar os Bispos, e este teólogo (vamos chamar-lhe teólogo apenas para distinção) está muito promovido.

O Pe. Mário de Oliveira (Pe. Mário da Lixa) é apenas director de um jornal pró-marxista e anticatólico e lança livros blasfemos piores que pornografia. Culpa teve o actual Bispo do Porto por tê-lo reabilitado na diocese.

Sim, o Pe. Carreira das Neves, é professor na Católica e já lhe conhecemos as asneiras interpretativas a nível da Sagrada Escritura. Contudo muito do feio que diz é aplicado pelo temperamento desmedido. Afecta a Sagrada Escritura, sobretudo, e fora disso nunca o ouvimos em questões morais e a dar palpites anti-católicos.

Nenhum dos casos que me apresentou é um caso em ascenção, pelo contrário. O Pe. António Justo, mostra estar ambientado com a nova geração de teólogos católicos-anticatólicos que crescem como quase uma corporação em Portugal (no tempo da glória destes não restará nada mais).

A jovem hierárquica católica sonha com a hora de se ver livre dos mais velhos que ainda impedem as suas novas ideias. Na verdade isso acontece mas, de Roma, para eliminar disputas e divisões acabam por promover o típico "liberal" a Bispos: o, meio termo, o que dá a uns e outros os seu espaço para as suas doutrinas e escolhas teológicas, numa atitude de panecumenismo onde nada se resolve pela verdade e tudo se fica pela conveniência. Os jovens da hierarquia, ou ainda seminaristas, no modernismo toleram reverentemente as ideias dos mais velhos mas desejando que eles lhes cedam lugar ("respeitam" hoje para poderem ter "respeito" amanhã). Enfim... a velha hierarquia pós-conciliar têm e continuará a ter os frutos podres que, em parte, são estes novos teólogos.

TEXTOS ANTERIORES