09/09/16

RETIRAR-SE DA CRISE PROFUNDA APRESENTANDO-SE COMO SALVADOR DE UMA CRISE MENOR


Enviam-nos esta profissionalíssima edição de vídeo, na qual o Papa Francisco:

1 - Fala da crise da humanidade (da qual, evidentemente, ele se retira, e retira a "modernistágem");

2 - Convida à unidade solidária;

3 - Chama à colaboração para o "bem comum";

4 - Apela a uma nova sociedade ainda mais humana.

Já todos ouvimos a respeito do grande que se desculpar com os pequeno; mas poucos ouvimos falar desta moda de dissolver a própria responsabilidade contrapondo um problema mais geral do qual nos apresentamos como a solução ou os promotores dela. A crise da Igreja tapa-se com os apelos à solução da crise do mundo!!! Enfim...

O modernismo avança. Eis que chegámos ao tempo em que os conceitos estão muito invertidos, e são eles mesmos usados desde a Cátedra de S. Pedro... Exemplo é o conceito "bem comum", ao qual não se lhe querem hoje reconhecer a objectividade que sempre teve (é mais uma "satisfacção social humana segundo a filantropia moderna".

É o que Deus permite; eis uma cruz.

4 comentários:

M. Maria disse...

Gostaria de saber se os contribuidores do blog Ascendens tem o conhecimento da existência de dois DOCUMENTOS DE TERRORISMO ESPIRITUAL, onde a Santa Sé pretende fazer falsas pazes com os luteranos e, consequentemente, às suas doutrinas pervertidas (se preferir, não aceite este comentário):

"POSICIONAMENTO OFICIAL CONJUNTO DA FEDERAÇÃO LUTERANA MUNDIAL E DA IGREJA CATÓLICA": http://www.vatican.va/roman_curia/pontifical_councils/chrstuni/documents/rc_pc_chrstuni_doc_31101999_cath-luth-official-statement_po.html

"DECLARAÇÃO CONJUNTA SOBRE A DOUTRINA DA JUSTIFICAÇÃO": http://www.vatican.va/roman_curia/pontifical_councils/chrstuni/documents/rc_pc_chrstuni_doc_31101999_cath-luth-joint-declaration_po.html

É a confusão iniciada, é o maçonismo INFILTRADO, é o prenúncio para a vinda do anti-Cristo.

ASCENDENS ASCENDENS disse...

M. Maria,

obrigado por comentar, mais uma vez.

Pelo menos, quanto a mim, não tinha o conhecimento do documento, mas conheço bem o pensamento de Francisco (eu já fui modernista progressista, e modernista conservador depois), e vi duas uma ou duas notícias a respeito da "paz" que Francisco quer que a Igreja trave com o Luteranismo: faz existir uma suposta desavença entre comadres, mantém o erro ao ofensor, e culpa a Igreja da separação de quem se quis ir! ... Horrível! ... Se chegámos ao ponto em que um Papa não sabe a catequese básica pensando saber, ou melhor, tendo as ideologias inimigas como coisas muito católicas, é SINTOMA, é CAUSA, não é este o problema ainda, como querem alguns fazer acreditar. Francisco é uma vítima de um mal que existe e existiu, é uma vítima que espalha a doença que o enferma, a qual não tem obrigatoriamente que ver com culpabilidade mas sim com FALSAS IDEIAS. É o MODERNISMO vitorioso!

Muito obrigado pelos lincks; ainda não abri, mas vou ver agora.

Volte sempre.

M. Maria disse...


Ora, é sempre uma honra e um prazer acessar o blog Ascendens. Espero que os artigos sejam bem compreendidos e propagados!

Ahh... e queira desculpar pois esqueci de avisar: ambos documentos foram publicados em 31 de Outubro de 1999 durante o reinado de João Paulo II e não do atual, Francisco I.
Mas diante destes tão tristes exemplos de má doutrinação, o que podemos fazer?

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Obrigado pelas suas palavras, que muito nos alegram.

Volte sempre.

TEXTOS ANTERIORES