10/06/13

ORAÇÃO POR PORTUGAL - IRMÃ LÚCIAS. Miguel

Arcanjo S. Miguel, custódio de Portugal

ORAÇÃO POR PORTUGAL

Majestade Divina,
Senhor da vida e da morte,
dos que Vos amam e dos que Vos perseguem!

Por intercessão da Santíssima Virgem de Fátima,
Rainha da Paz e nossa Mãe,
Vos pedimos que não deixeis a nossa Pátria onde Maria ergueu o Seu trono,
venha a ser dominada e destruída por obra dos Vossos inimigos.

Enviai os Vossos Santos Anjos a todos os locais da nossa terra
e permiti que eles possam desenvolver as suas potências
em todos os seus recantos,
para que o inimigo não venha a triunfar na nossa Pátria.

Nós queremos formar um exército de almas que rezam para que Vós,
Deus Uno e Trino,
estendais a Vossa Mão poderosa sobre este povo que é de Maria Vossa Mãe.

Permiti, ó Deus, que as nuvens tempestuosas que pairam sobre a humanidade
e tendem a espalhar-se e a submergir a nossa Pátria, sejam afastadas.

Só Vós podeis salvar-nos!

Pela Vossa graça e especial protecção da nossa Padroeira Maria Imaculada
e do Anjo Custódio de Portugal,
permiti, ó Deus,
que a nossa terra nunca seja aniquilada pelo inimigo.

Deus Santo, Deus Forte, Deus Todo-Poderoso, Deus Imortal,
em união com todos os Santos Anjos,
pedimo-Vos auxílio e Bênção para a nossa Pátria,
por Jesus Cristo Nosso Senhor. Ámen.

(Oração que a Irmã Lúcia pedia que se rezasse, continuamente, por Portugal)

2 comentários:

ana disse...

Boa tarde! Tão contente por ter encontrado o seu/vosso blog :) pena não compreender muito bem o funcionamento dos comentários, e gostaria de seguir vossas publicações mas não vejo "botão" de subscrever ou adicionar email para receber novas postagens..Então o que fiz foi guardar o link no meu delcious.com.Obrigada!Pax et bonum!

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Ana,

Obrigado por ter comentado e por tudo de bom que transmitiu.

Infelizmente, há funções benéficas no blogue que não se sabe porque não funcionam. Há anos funcionavam, mas depois deixaram de funcionar! É curioso que foram as funções de DIFUSSÃO aquelas que deixaram de funcionar. Que posso fazer!? ... Não sei!

Volte sempre.

TEXTOS ANTERIORES