29/11/11

SAUDOSA "RÁDIO CONVICCIÓN"

Foram bem importantes as rádios "Convicción" e "Cristiandad" em boa parte da minha formação tradicional católica. Neste 23 de Novembro a "Rádio Convicción" encerrou para grande pesar de todos os que por meio dela receberam.

A "Radio Convicción", colombiana, dirigida e criada por Marcelo Santelices Lobos, nasceu do exemplo da argentina "Rádio Cristiandad" dirigida por Fabian Vasquez. Esta última tinha sido dada como exemplo a seguir pela FSSPX , recebeu patrocínios de Mons. Fellay e a revista oficial do Distrito da América do Sul da FSSPX, a "Jesus Christus", publicou uma calorosa entrevista à equipe da rádio. Assim surgiu posteriormente a "Rádio Convicción" que contou desde início com a ajuda da "Rádio Cristiandad", ambas fazendo um esforço hercúleo durante anos e com muitos frutos.

O que passa com a resistência católica? Tudo vai esmorecendo, sejam quais forem os motivos, válidos ou inválidos...

Depois de 7 anos de funcionamento a "Rádio Convicción" vê-se obrigada a encerrar por falta de verbas e despede-se:

"Lamento informar del cierre de Convicción Radio. Hemos sostenido durante 7 años este medio con el favor de Dios, sacrificando todo lo que se puede sacrificar. Lamentablemente, después de meses de precariedades de todo tipo, nos vemos en la obligación de poner fin a este esfuerzo. Agradecemos en el alma todo el cariño recibido y esperamos que Dios Padre, Hijo y Espíritu Santo y la Virgen Santísima les retribuyan por todo ello. Les pedimos conserven lo bueno que hayan podido recibir de nuestra parte y nos perdonen cualquier falta u omisión. Convicciontv.cl continuará mientras podamos sostenerlo. La única Verdad no puede ser acallada mientras cada uno de los católicos conscientes del drama que la Santa Iglesia vive y padece, sepan defender con su ejemplo, con argumentos fundados y actualizados y con la Fe puesta en Nuestro Señor, aquello que la Santa Iglesia siempre enseñó, en todo lugar y en todo tiempo. Cada vez será más difícil sostener la verdadera Fe, la verdadera Doctrina y toda la belleza de nuestra Santa Religión. No aceptemos en nuestros corazones y en nuestra razón concesiones de ningún tipo. Por sutiles que parezcan tales tentaciones, es la Verdad Eterna y la Vida Perdurable lo que se juega, seamos soldados valientes y leales hasta el final!

¡Viva Cristo Rey !
Dios nos bendiga a todos."

De minha parte agradeço muito à "Rádio Convicción", agradeço especialmente ao seu director também pela amabilidade e o apoio pessoal que me dirigiu algumas vezes na caminhada católica.

Para quem não conheceu a rádio, fica AQUI um dos seus programas sobre a conformidade com a vontade de Deus. O contacto de Marcelo Santelices Lobos é m.santelices80@gmail.com caso o queiram contactar; acredito que a rádio ainda pode voltar... Assim espero.

3 comentários:

José disse...

Uma pena a Radio Cristiandad, que em tempos foi tão interessante, ter deixado enredar-se por um sedevacantismo radicalmente anti-romano, que repugnaria profundamente a Monsenhor Lefebvre.

ascendens disse...

José,

Obrigado por comentar.

A primeira vez que ouvi dizer que a Rádio Cristiandad era sedevacantista foi no Seminário de La Reja (FSSPX) a alguns seminaristas. Perante a novidade perguntei o motivo e não sabendo responder disseram-me que lhes tinham dito. Não estava satisfeito, pois eu tinha conhecido parte do trabalho da Rádio Cristiandad e não me parecia que a informação tivesse lógica. Um ano depois tive oportunidade de pedir a alguém que contactasse directamente com a rádio e perguntar o que tinha acontecido relativamente ao assunto do "sedevacantismo". A reposta foi de que a Rádio Cristinadade não era e nunca foi sedevacantista.

Perante as informações contraditórias resolvi saber qual o motivo pelo qual chamam "sedevacantista" à rádio. Até hoje, consultando fiéis, seminaristas, e sacerdotes, houve alguém que me apontasse onde foram feitas afirmações da rádio que levem a concluir que ela é sedevacantista.

Recentemente em Portugal, um sacerdote da FSSPX fez uma coisa parecida: chamou sedevacantista a um sacerdote seu antigo colega ignorando ser ele o autor do primeiro trabalho publicado na FSSPX em prova da impossibilidade do sedevacantismo. Quando deram a conhecer que tal sacerdote acusado era o autor de tal obra respondeu "ahh, "sedevacantista" é apenas uma forma de identificar esses que preferiram sair da FSSPX". Ora, perante este acontecimento eu pergunto se não será que o chamarem "sedevacantista" à Rádio Cristiandade é apenas uma forma de identificar o trabalho de certas pessoas a quem privaram até hoje dos sacramentos (incluindo a família, mulher e filhos) pelo Rev.mº Pe. Bouchacurt (superior do Distrito da América do Sul da FSSPX) por estes simplesmente não estarem de acordo com a política da actual equipo directiva da FSSPX?

Curiosamente, o tal sacerdote autor do estudo da impossibilidade/inviabilidade do sedevacantismo recentemente ampliou a obra e foi a Rádio Cristiandad que a difundiu tanto por texto como pela publicação de uma série de áudios.

É complicado o tema...

Pode mostrar-nos qual é o artigo ou programa, ou afirmação de onde deduz que essa rádio é sedevacantista? É muito importante que o faça. Tenha essa coragem e caridade.

Preferimos todos a VERDADE. Queira por caridade mostrar a todos o que lhe peço para desambiguar tal situação.

Obrigado. Aguardo...

ascendens disse...

Eu já fui atacado de sedevacantista por duas pessoas que se dizem tradicionalistas e apoiantes de Mons. Lefebvre e, no mesmo dia, tinha estado eu envolvido no combate ao erro do sedevacantismo. Não é incrível?!!

TEXTOS ANTERIORES