03/07/11

TESTEMUNHO DE JOHN PERKINS (I)



Leia o aviso na caixa de mensagens

10 comentários:

ascendens disse...

O testemunho do entrevistado é muito significativo e importante. Contudo o Blogue ASCENDENS não pode subscrever a totalidade do conteúdo da entrevista.

Johnny Drake disse...

O Capitalismo e o Comunismo são a mesma besta... mas com duas cabeças! Mas é claro este blogue não subscreve a totalidade da entrevista. Afinal o Movimento Zeitgeist denuncia a prisão de mentes em que a Igreja se transformou, desviando o Homem da sua verdadeira espiritualidade!
A Religião e o Racismo têm sido os responsáveis por guerras, por mortes, por destruição... Mas Ele ama-nos... Nós somos consciência infinita! Não somo propiedade de bancos nem de políticos!

Johnny Drake disse...

Comentário mediante aprovação do propietário??? Começamos bem...

ascendens disse...

Vejo que hoje me imitou nos "comentários mediante aprovação do proprietário" no seu blogue. Já la tem mais dois comentários meus, breves, sobre Colom.

Gostei dessas bocas, ajudam a que não digam que sou revisionista. Isto de ter telefones sobre escuta e coisa do género não melhoraria com mais o rótulo de revisionista...

Quanto às suas crenças religiosas elas são vagas. Sim "crenças", e a temática é religiosa (segundo os seus padrões).

Nada sei desse "Movimento Zeitgeist".

As minhas e as suas crenças e conceitos são muito distintos e pertencem a civilizações diferentes, ou pelo menos as minhas pertencem a uma civilização e as suas a uma contracivilização. Não lhe pareça isto uma ameaça ou pouca gentileza, mas parece-me justo dizer isto.

Não adianta dizer que a religião isto, ou aquilo... O seu conceito de religião é uma corrupção recente do meu conceito de religião. A palavra RELIGIOM, RELIGIÕ ou RELIGIÃO, entraram no léxico português com um sentido PRÓPRIO e não o devemos corromper por outros conceitos revolucionários, impostos para corromper, no sentido de minar toda a razão e toda a resistência ao invasor.

Deve saber que uma das obras do comunismo, melhor dizer da nova esquerda, tinham sido o lançar mão à revolução dos conceitos (manipulação do significado das palavras), coisa que já o modernismo tinha iniciado e rapidamente penetrado a Igreja Católica (a Encíclica Pascendi de S. Pio X, condena tal modernismo como soma de todas as heresias tal é o sistema destrutivo que o modernismo iniciava). Aquela manipulação afecta, por exemplo, os discursos dos actuais comunistas em Portugal. E dou-lhe o exemplo de expressões e palavras católicas que são frequentemente usadas por aqueles senhores no sentido de inverter o seu significado: para dizerem que um projecto é tacanho dizem "projecto de sacristia", quando um político está em maus lençóis e o partido o tenta proteger dizem que "o colocam no andor", etc... (esteja atento que vai certamente ficar admirado com a eficácia e número).

A palavra "religião" tem o seu significado civilizacional permanente, tanto que a filosofia e a teologia, e milhões de escritos a afirmam e repetem sempre com o mesmo sentido por séculos. Se bem que a palavra "religião" sempre teve outro tipo de aplicabilidade para designar por alargamento a uma ordem religiosa (Ex: "a nossa santa religião carmelitana" - Ordem dos Carmelitas). O sentido próprio é mantido e nem há sinónimo. Quando me fala de "religião" eu sei ao que se refere, pois em tempos eu não conhecia outro uso da palavra a não ser o impróprio, mas é um conceito errado.

Repare que as tolas leis da "liberdade religiosa" andaram e andam encrencadas consigo mesmas, pois criaram-se leis sem conhecimento da realidade, e, claro, antes de acharem o conceito de "religião". Na recusa de acharem a definição, isso traria complicações para todos menos para a Igreja Católica, resolveram contornar a realidade acordando "remendos".

O budismo de si diz não constituir uma igreja e não ser uma religião. Os protestantismos dizem ser igrejas mas nenhuma se atreve a chamar-se religião diferente das outras (ou seja, seriam a religião cristã segundo eles). Outras com aspecto mais primitivo dizem-se religião mas não igreja (contudo esta revindicação é recente e foi atribuída recentemente). Há também o culto que se diz não ser religião, como o caso do satanismo.

ascendens disse...

Mas de onde veio o conceito de religião?! Aqui está a resposta para o problema. É um conceito da linha religião primordial/judaísmo/cristianismo. Em suma: o conceito de "religião" é daquela tradição que vem de Adão, passando pelo judaísmo e culminando no cristianismo (como não acredita em Adão, faça a simplificação "tradição judaica-cristã"). Com toda a propriedade o conceito de religião não consegue ser aplicável fora daquela trilogia encadeada: Religião primordial, Judaísmo, Cristianismo. Quanto a isto, se não me expliquei bem, terei todo o gosto em prolongar-me numa outra qualquer ocasião.

Na ideologia dominante, o pensamento globalizado, entende-se por religião um conjunto de crenças religiosas de um grupo que bla bla bla... Seria interessante olhar, por exemplo, a palavra "holocausto". Como sabe, é uma palavra nossa, ou seja, da nossa tradição milenar, e que tem MUITA importância. O uso da palavra "holocausto" para designar determinada mortandade de judeus é por si um ataque directo do judaísmo ao cristianismo directamente dirigida a Nosso Senhor J.Cx. Enfim, certamente que lhe faz bem conhecer estas coisas que são tão do âmago dos fazedores da nossa antiga e grande civilização.

Quando fala em "verdadeira espiritualidade" do homem apenas posso imaginar que ela é o mal do homem, à luz do que eu pensava ser a "espiritualidade". E se assim é eu sou contra essa "verdadeira espiritualidade" do homem.

Adianto-lhe já que sou contra a democracia, pois sou católico. Sou contra os direitos humanos, sou contra o naturalismo (não procure esta palavra na wikipédia nem na internet que não vale a pena), sou contra o liberalismo (não confundir com o movimento meramente económico), sou contra a neo-república (este modelo de república maçónica), sou contra o modernismo (ideológico), sou contra um monte de coisas que à partida nos foram incutidas como maravilhosas conquistas.

Vou apertar mais um pouco: sou a favor da inquisição católica, sou a favor de que Galileu tinha razão mas que meteu os pés pelas mãos depois noutros assuntos e que as reprimendas que lhe foram dadas estão bem, acho que Colon é mesmo português, penso que as cruzadas foram uma grande coisa (embora se meteram depois alguns problemas), penso que Isabel a Católica não é santa nem pouco menos, penso que a Igreja está ocultada sobe um tipo de capa a quem comummente chama de Igreja (muito provavelmente estamos no "fim dos tempos", não no "fim do mundo"), penso que as excomunhões do Bispos da FSSPX são falsas e fazem parte de uma trama das grandes. Por fim, e depois de muitas outras coisas que não me lembro agora, creio em Deus tal e somente segundo a Doutrina da Igreja fundada sobre Pedro Apóstolo (Doutrina milenar que hoje está abafada sobe uma pseudo-doutrina católica da pseudo-Igreja Católica (basta confirmar pelos livros antigos com mais de meio século até aos anos 30 d.C.)

Certamente que está admirado com algumas destas coisas... eu ficaria admirado e de certa forma assustado! Sou católico, claro, mas infelizmente ou felizmente só posso por consciência aceitar a Doutrina de sempre contra a recente pseudo-doutrina. Etc... etc. etc.

Obrigado por ter participado.

ascendens disse...

Errata:

Ler "é por si um ataque directo do sionismo ao cristianismo directamente dirigida a Nosso Senhor J.Cx." e não " é por si um ataque directo do judaísmo ao cristianismo directamente dirigida a Nosso Senhor J.Cx."

Johnny Drake disse...

1) Os “comentários mediante aprovação” apenas estão restritos aos posts mais antigos. Os mais recentes apenas “censuram” os “anónimos”. Já tentei mudar isso e não consegui.
2) Tem medo que o chamem de “revisionista”? Há coisas bem piores, não se preocupe nem se deixe melindrar por legislações que apenas procuram limitar a liberdade de expressão e informação.
3) As minhas “crenças” religiosas ficaram COMPLETAMENTE abaladas com a descoberta de uma personalidade que mudou completamente a minha forma de ver o mundo: David Icke.
4) O documentário que colocou foi retirado de um dos filmes do Movimento Zeitgeist. Pode ver os três principais filmes aqui: http://revisionismoemlinha.blogspot.com/2011/04/zeitgeist-os-filmes.html O primeiro filme é muito crítico para com o Cristianismo (além de falar do 11 de Setembro e do sistema monetário) e gostaria que o visse e depois me dissesse qualquer coisa. Os dois outros referem-se mais à alternativa ao sistema monetário (ele avançam com aquilo que denominam por “ economia de recursos”) – muito interessante!
5) Dizer que eu pertenço a uma “contracivilização” é curioso. Gostaria que me explicasse isso…
6) Gostei e subscrevo o seu apontamento sobre o papel do comunismo na revolução dos conceitos (manipulação do significado das palavras).
7) Faz-me confusão alguém com a sua aparente grande cultura e conhecimento vir falar de “Adão e Eva”. Acredita realmente nisso?
8) A espiritualidade é o mal do Homem? Você tem que ler muito mais coisas para além da bibliografia Católica…
9) A sua concepção de “Católico” confunde-me, confesso. Pertence à Opus Dei?
10) Eu também sou contra uma série de coisas, mas daí a considerar que estou sempre do lado certo e que os outros estão completamente errados, vai uma grande distância. Eu também partilho e comungo de muita coisa, mas daí dizer que os outros que não forem como eu não merecem cá estar ou até mesmo viver, vai uma grande distância. Esse é o problema dos fundamentalismos (religiosos e políticos).
11) Ser favorável à Inquisição Católica significa o quê? Que se você tivesse poder, manda-me para a fogueira por eu não acreditar na historieta de Adão e Eva (que só pode ser lida como uma metáfora)?
12) No que é que Galileu meteu “os pés pelas mãos”?
13) O que pensa da Igreja Ortodoxa?
14) Não fiquei meramente assustado com estas revelações. Acredite que não era nada do que eu não estivesse já à espera. E também não precisa de me agradecer por ter participado. Eu é que peço desculpa por estar a ser simples e directo. Estou a escrever isto à 01H40 da manhã porque estive a actualizar o Revisionismo em Linha.
Saudações

ascendens disse...

1 - ok
2 - Não sou revisionista;
3 -
4 - Quem coloca a Igreja Católica dentro do conceito deturpado de "religiões" já errou no primeiro passo... lamento todo o trabalho feito sobre o primeiro passo errado;
5 - Sim, ou "neo-modernismo",ou "reinado social do Anticristo", ou "involução", há quem lhe chame apenas "barbárie" ou tantos outros nomes mais ou menos bem adaptados... Mas parece-me ainda cedo para falar neste ponto. Nem sequer no blogue adiantei alguma coisa sobre este assunto;
6 - Sim acredito mesmo que existiram os nosso primeiros pais da humanidade, criados, não multimutados milagrosamente, dos quais nasceram todas as raças humanas, eram geneticamente perfeitos etc etc ... Faz 5 anos que espero provas científicas da teoria da evolução das espécies e reposta às encrencas anti-científicas de tal teoria (ou pressuposto). Caso tenha uma prova científica diga, que eu já estou farto das milhentas "provas" que se somam ano após anos por falta de eficiência de todas elas. E sobre isto, só a título de humor, numa conversa há anos, dizia-me um crente evolucionista que a semelhança da macacada com o homem por si eram tão evidentes que não seria necessário provar mais. Esta tolice, que é um sintoma CLARO da falta de lógica planetária (e garanto-lhe que já está tão baixa que me assusta)mereceu a seguinte correcção: duas coisas parecidas provam que uma provem da outra desde quando?... Enfim, é uma forma de lhe mostrar que as "provas" evolucionistas têm tanto erro de lógica quanto de erros científicos. Outra piada interessante é aquela da datação: visto que o método do carbono 14 é curto em tempo, dataram o fóssil X em 298294 milhões de anos porque o encontraram numa camada geológica desse tempo, e dataram tal camada geológica pelos fósseis que ela tem :P (estou a rir, porque me rio sempre com esta). Repare que isto de científico nada tem a não ser a propaganda, e não sendo científico deveria ser objecto do revisionismo... ahhh pois, mas... Quanto ao Adão e à Eva continuam as ser perfeitamente compatíveis com os dados científicos e sobre isto tenho uma pequena teoria que mostra a convergência entre o Pentateuco e os dados científicos mais recentes (nomeadamente a genética).... etc... etc..

Agora não tenho tempo.... depois respondo ao resto.... Até logo.

ascendens disse...

(o ponto 6 da minha reposta é na verdade o ponto 7)

8 - Não disse nada disso. Queira conferir. "Bibliografia católica" o que é isso?!
9 - Não tenho nada a ver com a Opus Dei nem me parece que a Opus Dei seja lá muito católica. O que estranha na concepção de "católico"? Eu não tenho concepções dessas minhas, ou são as verdadeiras ou não as quero para nada... entende?!
10 - Não entendi ao que se refere...
11 - É uma piada?!... Assim não. Ok ?!

.................

ascendens disse...

Sobre o Opus Dei http://ascendensblog.blogspot.com/search/label/Opus%20Dei

TEXTOS ANTERIORES