13/07/11

IGNORÂNCIA DOUTRINAL

Na casa da família B..., em Candido Godoy no Rio Grande do Sul (brasil), o  Pe. Rafael reza a "missa fabricada" para a festa dos cinquentões. Obviamente que tudo está disposto no mesmo sentido doutrinal que separa a Missa Católica relativamente ao Missal de Paulo VI. "Qual é o problema?", dirá parte dos abundantemente catequizados por Roma hoje. Dirão outros que o problema são os "abusos litúrgicos" (como se um abuso pudesse ser litúrgico, próprio da Missa) ignorando totalmente a contradição doutrinal expressa em tal missal!

Se aqui há abusos não são eles certamente litúrgicos, mas sim doutrinais (na impossibilidade de qualquer abuso ser realmente litúrgico). O Santo Sacrifício da Missa é completamente ignorado hoje, pois a nova doutrinação, à imagem do protestantismo, rebaixa a Missa a uma festa e memorial da última ceia de Cristo. Esta nova missa fabricada nos anos 60 (Missal de Paulo VI) abandonou intencionalmente os aspectos centrais da doutrina da Missa por acomodação às doutrinas protestantes (intenção de obter uma "missa ecuménica"). A mesma intenção está confirmada nos inúmeros catecismos diocesanos que ao longo destas ultima décadas têm eliminado partes da Doutrina Católica que não coincidam com a protestante, sobretudo a respeito da Missa. Por outro lado a catequização tem vindo a prolongar-se de ano para ano, sendo que os católicos estão sobe influência maior de uma contra-catequização e de uma crescente ignorância doutrinal. Como menor evidência, ou a menor velocidade, tem acontecido com os novos Catecismos publicados por Roma (embora não estejam promulgados com autoridade de obrigação, e por isso continuem os antigos como referência não substituída e obrigatória)... O que é isto senhores?!... O que significa isto?!...

Chamar de "abuso litúrgico" (impossibilidade artificiosa) para evitar assumir a revolução doutrinal que paira sobre a Igreja, e erguida no alto como se fora a Doutrina da Santa Igreja... é ... qualquer coisa ... sem termos que costumemos usar (mas em resumo, chamemos-lhe tão somente de "grande apostasia").




"Mas tô com tudo funcionando"

2 comentários:

Cláudia Arruda disse...

Morro e não vejo tudo....e são do Sul!? :/...

Que triste!!!

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Acho que são do RS, sim!

TEXTOS ANTERIORES