02/03/11

STº. AFONSO MARIA DE LIGÓRIO - RESUMOS III

DA PERSEVERANÇA


Nota ASCENDENS:
Porque me parecem necessários, e como há precedência, os resumos dos os escritos do Bispo Stº Afonso de Ligório irão ser apresentados numa série de artigos intitulada "RESUMOS - STº AFONSO DE LIGÓRIO". As citações que seguem, que estão dispostas e escolhidas de forma a resumir o texto original, são do livro redigido pelo Bispo Stº Afonso Maria de Ligório "Máximas Eternas" ou “Preparação Para a Morte”( pag. 361 a 365. Edição: Les Amies de Saint François de Sales - à venda na FSSPX de Lisboa e Fátima).


31ª Consideração
A Perseverança

"Qui perseveraverit usque in finem hic salvus erit (matth. 24, 13)" 
(Será salvo quem perseverar até ao fim)

I
Necessidade da Perseverança.
Meio de Defesa Contra o Demónio
""São muitos os que começam bem, mas poucos os que perseveram", nota S. Jerónimo. Bons foram os começos de Saúl, Judas e Tertuliano; mas o seu fim foi mau, porque não perseveraram no bem." Ora, continua o mesmo Santo, nos cristãos é ao fim que se entende e não aos começos."

"Lançaste pois a mão à charrua; começaste "a viver cristãmente, mas agora, mais que nunca, deveis temer e tremer: "trabalhai na vossa salvação com temor e tremor, diz ainda S. Paulo: "Cum metu et tremore vestram salutarem operamini (Phil. 2, 12)."

"Porque agora aplicais-vos a servir a Deus, não imagineis que já passou para vós o tempo das provações, pelo menos das mais duras; escutai o Espírito Santo que vos mostra o contrário: "Meu filho, visto que te decides em servir a Deus, conserva-te firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a tentação." Sabeis pois: agora mais que nunca necessitais de vos preparardes para a luta, porque agora mais que nunca os vossos inimigos, que são o mundo, o demónio e a carne, armar-se-ão contra vós, para vos arrebatarem os bens que tendes adquirido. Quanto mais uma alma dá-se por completo a Deus, diz Dionísio Chartereux, tanto mais o inferno procura vencê-la."

"Noutros termos: Quando o demónio é expulso duma alma, não encontra repouso, e faz todos os esforços para reentrar nela; recorre até a auxiliares; e se é bem sucedido, a segunda ruína desta alma será muito mais funesta que a primeira."

"Com ela (a graça) nada nos é imposível: "Tudo posso naquele que me sustenta." [...] Essa graças, porém, Deus só as concede aos que lhe pedem: "Pedi e recebereis." [...] Quando o demóno nos assalta, só devemos esperar na protecção de Deus e assegurá-la, recomendando-nos a Jesus Cristo e à Santíssima Virgem."

"Assim pois, desde que as tentações façam sentir-se, é necessário recorrer sem demora a Jesus Cristo e à sua divina Mãe, invocando com frequência os seus nomes santíssimos. Quem assim o fizer vencerá; quem o não fizer está perdido."

(Faltam ainda o ponto II e III)

Reze agora uma Avé-Maria

5 comentários:

Olga Teixeira disse...

santo afonço foi um homem de grade valor espiritual que ainda hoje aprecio...

abraço amigo.

ascendens disse...

Sim, é verdade. E acrescento que os escritos deste santo Bispos fora louvados pela Igreja como de doutrina totalmente certa e recomendáveis.

Olga Teixeira disse...

apenas entrztece-me por já não se dar esse devido valor, pois o concílio vaticano II pede constantemente que nao nos esquecemos os destes Santos.

tudo de bom!

ascendens disse...

Claro que o Concílio Vaticano II só não errou quando repete a Doutrina da Igreja anteriormente já expressa. Mas onde está essa parte dos que dizes? Não me lembro...

S. R. disse...

Acho que a Olga quis fazer memória de que no novo martirológio Romano foram retirados o nomes de vários santos antigos, para assim adaptar-se ao "espírito do Concílio"...

TEXTOS ANTERIORES