23/05/15

O FENÓMENO CONCHIT

Caros leitores, o plano de entronização do indiferentismo sexual e familiar está em forte marcha, e com tamanho avanço. Temo até que entre os mais resistentes haja quem julgue tudo tão "branco/negro" que, por isso, mais facilmente trague enganos das finuras de tal esmagadora subversão.

Não há erro no título deste artigo... Por não querer dizer "Conchita" nem "Conchito", melhor serve "Conchit"!

No ano passado, como se ouviu, "Conchita","a mulher barbuda", ganhou o Festival Eurovisão da Canção. As pessoas de maior tino manifestaram o seu repúdio a tal barbárie. Contudo... atiçadas contra aquele mal, tragaram o mal maior e mais discreto: trataram, e tratam esta personagem por "Conchita", como mulher com barba!

Conchit, o homem barbudo
que se finge mulher!
Mesmo sabendo todos que Conchit é um homem com barba, raros foram os que lhe chamar "barbudo travestido". Nada mais agradável aos taradistas que ouvir os atinados de todo o mundo tratarem por mulher um homem (que reconhecimento!!!). Eis como em todo mundo os atinados pelearam por causa da barba de um homem!... Terrível!

O golpe taradista atirou duas mentiras ao mesmo tempo: a menor, visível, e a mais importante, discreta: o imprudente revolta-se contra a visível com toda a força, e não vê a maior mais discreta; antes se faz veículo (transporta a maior porque se deitou a atacar a menor). Expliquei!?

Os tarados em todo o mundo festejaram a sua "vitória", e bateram palmas aos "atacantes" de Conchit.

Não esquecer... Conchit não é uma mulher com barba! Conchit é um homem com barba e travestido.

5 comentários:

Cláudia Arruda disse...

" O golpe taradista atirou duas mentiras ao mesmo tempo: a menor, visível, e a mais importante, discreta: o imprudente revolta-se contra a visível com toda a força, e não vê a maior e mais discreta; antes se faz seu veiculo (para condenar a menor, repete a maior). Expliquei!?"

?????

Rafaela P. disse...

Cara Cláudia,
obrigada por comentar.
Qual é a dúvida?

Fique com Deus.

Cláudia Arruda disse...

Salve Maria Rafaela!

Então...Teria um exemplo?

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Cláudia Arruda,

Esse parágrafo se refere ao caso tratado pelo artigo!

Cláudia Arruda disse...

Obrigada!

Entendido!

TEXTOS ANTERIORES