03/03/15

PENSAMENTO - TRADUÇÃO DO MISSAL DE PAULO VI


"É significativo: os erros das traduções do Missal de Paulo VI, em geral, não apresentam dificuldades técnicas de língua; mas, por outro lado, revelam-se ajustes ideológicos. (by ASCENDENS)

2 comentários:

Rafaela disse...

E tal ajuste ideológico é nada mais que uma traição dos princípios!

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Cara Rafaela,

Obrigado por comentar.

Sim... aqui, mais que em lado algum, poderíamos aplicar o antigo dito "o tradutor, é um traidor"!

Aqueles erros de tradução, no Missal, são intencionais. E isto pode ver-se, pois todos eles reflectem a mesma ideologice do pós-concílio. São "enganos" que apontam sempre no mesmo sentido.... o que é estranho!

Volte sempre.

TEXTOS ANTERIORES