22/06/13

COMO "PROFETIZAR" A RESPEITO DO PAPA QUE ESTÁ!?

Caros leitores, algumas horas depois de Bento XVI ter abdicado fiz uma "profecia", a qual não publiquei por não ser assunto de interesse. Lembro-me de ter dito a alguém "querem há muito o dia 13/03/2013 e vão tê-lo a qualquer custo", e não sei se terei escrito outros comentários sobre o conteúdo da "profecia".

A "profecia" é:
- O novo Papa será eleito no dia 13/03/2013;
- No seu pontificado, desde o início, tudo se fará para levar a cabo a "canonização" de João Paulo II (a obter em 2013);
- O "espírito de Assis" e o falso ecumenismo serão propagados com uma largueza nunca vista, com grande destaque desde os primeiros tempos do novo pontificado. [A propósito do nome "Francisco", só fará mais sentido a alguns em "Assis"...]
- Estes dois pontos anteriores terão de estar visivelmente garantidos até ao final de 2013.

Acontece que esta "profecia" é, na realidade, o resultado óbvio da leitura do conjunto de tendências, probabilidades e acontecimentos.

Com Bento XVI "Assis" andava adiado: ao mesmo tempo que ia sendo anunciado...
 
Agenda...
Com Bento XVI a "canonização" gigantescamente trabalhosa de João Paulo II não se realizou (pelo motivos obvios...): contudo, pouco tempo depois da abertura do seu pontificado, Bento XVI, segundo os pedidos que lhe tinham sido feitos, deu andamento ao processo de João Paulo II declarando especial celeridade...

Como poucos sabem, João Paulo II não é canonizável. Como alguns ainda sabem, "Assis" é anti-católico! Como todos sabemos, Bento XVI está vivo e não "canonizará" João Paulo II nem tem levado ao cume o falso ecumenismo porque, simplesmente... ABDICOU!

Não conheço o nome do Cardeal que há mais ou menos 2 anos afirmou publicamente que Bento XVI tinha sido eleito rapidamente devido a um acordo feito entre eles: a ala conservadora queria eleger Ratzinger, e a ala progressista queria a canonização de João Paulo II em troca. Não são boatos... não gosto de boatos, e fujo deles!... Apenas conto o que me lembro hoje do que disse então o Cardeal.

Enfim... a "profecia" bate certo na totalidade, sem dúvidas... mas é fruto da observação dos fenómenos que tanta gente conhece!

Sem comentários:

TEXTOS ANTERIORES