31/12/11

BLASFÉMIAS CONTRA NOSSA SENHORA - NATAL

O nosso leitor "FireHead" publicou um artigo que reproduzo na integra:

"Na Nova Zelândia, mais precisamente em St Matthew, uma igrejola protestante, a City Church (Igreja da Cidade), lançou uma polémica campanha mostrando a Nossa Senhora assustada depois do teste de gravidez ter dado positivo!! O pastor Glynn Cardy disse, com a maior cara de pau: "É real. O Natal é real. É sobre uma gravidez real, uma mãe real e o seu fiho que é real. É sobre uma ansiedade que é real, coragem e esperança". Já em 2009, a mesma seita provocou indignação com uma campanha de longe muito mais nojenta e que falava, assim muito por alto, que São José não conseguia competir com Deus, só mesmo para não ter de baixar o nível desta posta.

A existência de traidores apóstatas mesquinhos há muito que foi profetizada e dos protestantes, esses gnósticos com uma pretenciosa capa cristã, já se pode esperar de tudo. Como entender tanto ódio contra Nossa Senhora? Nossa Senhora não é uma mulher qualquer. Dizer que ela é como qualquer outra é uma blasfémia contra o Espírito Santo, é negar a divindade de Cristo e violar o quarto mandamento da lei de Deus, pois quem não honra a Mãe, não honra o Filho e quem não honra Cristo, não honra Deus.
Regina Sacratissimi Rosarii Fatimæ, ora pro nobis!!"

Fonte. "FireHead"

10 comentários:

FireHead disse...

Continuo neste momento a travar um debate com o comentador Lucas. O mesmo pode ser acompanhado nessa entrada do blogue. :)

Que Nossa Senhora nos proteja sempre.

Boas entradas!

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Fire Head,

No seu blogue, na discussão, está a defender alguns erros. Li agora de relance o início da sua última pastagem e vi que não está a par do assunto "revelação /tradição".

É verdade que a Bíblia é inspirada e por isso é obra de Deus. Mas é verdade que muitos os livros não inspirados não foram incluídos na Bíblia. A Tradição faz parte da Revelação (Revelação oral) e existe antes da Revelação Escrita.

ASCENDENS ASCENDENS disse...

ERRATA: É verdade que a Bíblia é inspirada e por isso é obra de Deus. Mas é verdade que os livros não inspirados não foram incluídos na Bíblia. A Tradição faz parte da Revelação (Revelação oral) e existe antes da Revelação Escrita.

FireHead disse...

Sim, isso eu sei. Mas a Igreja só pôde realmente saber quais os livros eram inspirados precisamente por causa da Tradição. A Tradição e a Bíblia são as duas formas de revelação divina. E olhe que eu já li muitos gnósticos.

Aceito que possa ter erros na minha análise das coisas, pois eu até nem acredito por exemplo no Adão e na Eva, logo o que digo não veicula necessariamente a Igreja. Eu próprio sou um leigo, mas o que importa é a defesa da Fé.

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Sim são as duas fontes da Revelação. Os Apóstolos tanto escreveram como pregaram. A Tradição ficou encerrada com a morte do último Apóstolo. Depois disso temos apenas a transmissão da mesma Tradição e as aplicações dela.

O que tem dito de Adão e Eva ?

Vc. é um individuo simpático e fiquei bem impressionado com a evolução que tem tido a nível do conhecimento das coisas da Doutrina.

Até já...

FireHead disse...

Amigo,

Eu não acredito em certas coisas que estão na Bíblia, como por exemplo a existência do Adão e da Eva, porque para mim isso é simbólico. Não que eu seja contra o criacionismo, mas eu também acredito na evolução, acredito também na ciência (e a própria Igreja está por detrás de muitas descobertas e avanços científicos) e o que está na Bíblia de forma simbólica não belisca em nada a minha Fé.

Foi graças à Associação Cultural Montfort que hoje eu não tenho problemas nenhuns em conseguir calar os inimigos de Deus.

Abraço.

ASCENDENS ASCENDENS disse...

FireHeand,

Se é católico tem de acreditar na existência de Adão e Éva. Não vejo qual é a sua dificuldade nisso!

Se acredita no evolucionismo (não na "evolução")como tendo sido provado pelo positivismo científico (não "a ciência") porque é que nunca nos mostraram a prova?!!!

Risco o que diz da Igreja/ciência se insiste em professar o positivismo para abordar tal assunto.

Quando refere "Fé" está a usar o conceito protestante e não católico. Lamento... assim não vale a pena sequer comentar o que afirmou...
=)

Abraço.... volte.

FireHead disse...

Amigo,

São pontos de vista. Como eu disse ao Lucas, eu não sou bibliólatra. Compreendo que haja criacionistas (o pessoal da Montfort é criacionista), mas eu não sou. Não no sentido de acreditar em tudo o que está literalmente escrito na Bíblia. Acredito na Bíblia como um livro de Fé e pela mensagem que ela transmite. Seja como for, e como eu já afirmei, tal não belisca em nada a minha Fé. Do mesmo modo que eu não acredito que apenas se salvam 144 mil pessoas.

Abraço... e claro que vou voltando. ;)

ASCENDENS ASCENDENS disse...

FireHead,

Bem... temos de definir uma coisa. É católico? Sim ou Não?

FireHead disse...

Católico praticante, sim. Mas como escreveu Chesterton, tornar-se católico significa aprender a pensar. Opiniões divergentes haveremos sempre de ter; o que importa realmente é estarmos todos juntos em comunhão com a Igreja que Cristo fundou.

TEXTOS ANTERIORES