05/01/11

FSSPX em PORTUGAL


O texto que segue esteve já postado neste blogue. Recuperei-o para que todos os interessados possam encaminhar-se à FSSPX em Portugal. Acrescento que considero a FSSPX a única entidade Católica capaz neste momento. Conserva a Doutrina de sempre, conserva os sacramentos de sempre sem se terem misturado com as novidades pós-conciliares e com o "espírito do mundo". Os sacerdotes da FSSPX são também religiosos. Ainda não há em Portugal sacerdotes da FSSPX suficientes para um serviço a tempo inteiro. Mas, quem sabe, algumas vocações religiosas ou sacerdotais apareçam. Na pequena capela, em Lisboa, há Missa (Missal de S. Pio V), todos os domingos pelas 11:10 (apareçam sempre antes da hora, visitem a Deus e ao sacerdote). O blogue ASCENDENS fornece toda a informação aos interessados, via mail ascendensblog@yahoo.com .

"Graças a Deus, que Se serviu de Monsenhor Lefebvre, temos em Portugal a FSSPX e o catolicismo de sempre sem mesclas "acatólicas".

A FSSPX está em Lisboa, e tem uma capela em Fátima. Ocasionalmente há Missas noutros pontos de Portugal.

Além da FSSPX ter sido a principal entidade católica a lutar pela Doutrina e pela Missa católica (codificada por S. Pio V), vive sobe a antipatia de alguns Cardeais e Bispos da mesma Igreja católica, e outros grupos que não aceitam a Doutrina católica tradicional. Tal se deve também à FSSPX manter a mesma Doutrina Católica milenar e os respectivos sacramentos, coisa que a esmagadora parte de hierarquia abandonou por adopção de outras doutrinas que a Igreja sempre condenou ao longo dos séculos.

Para lá de manter a unidade com a Igreja pela fidelidade à Doutrina e à transmissão do sacramento da Ordem, a FSSPX sempre foi fiel ao Papado. Luta pela Tradição Católica, a Família, o Reinado Social de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Evidentemente que estes sacerdotes formados na Tradição Católica ainda são atacados ou ignorados por  Bispos e Cardeais apegados ao Concílio Vaticano II.

Fiquemos com a Doutrina que proclamaram os santos e os mártires, e a mesma Missa que os fez."

3 comentários:

Anónimo disse...

Caro amigo, salve Maria!

A tal da Tereza Moreno, que se diz da "Tradição Católica" (sic), aparece realmente nessas missas da Fraternidade como ela escreve no blog dela?

ascendens disse...

Peço desculpa por ter dito que daria informações e não ter delimitado suficientemente o tipo de informações que me disponho a dar. Informações sobre outras pessoas não fazem parte.

Por outro lado eu não posso interpretar o "como ela escreve no blog" porque eu não sou leitor desse blogue e recomendo a qualquer católico afastar-se desse mar de enganos.

Acrescento ainda, voltando à questão inicial, que as "Missas da Fraternidade", como lhes chamou, não estão em todos os pontos do país, sendo que as pessoas que vivem geograficamente afastadas têm que ultrapassar certas dificuldades que agravam em tempos de crise económica. Há quem vá do Algarve, das Beiras, Alentejo enfim... A capela de Lisboa já está pelas costuras e o Patriarcado com igrejas vazias.

Mas há sempre lugar para mais algum...

A pergunta que me faz revela que o "anónimo" não aparece. Apareça, não para ver quem vai mas pelo motoivo melhor...

ASCENDENS ASCENDENS disse...

Filipe Leite,

Obrigado por comentar.

Que Deus o ilumine e não lhe falte com a Fé na hora da morte. O resto ... já é um luxo!

Volte sempre.

TEXTOS ANTERIORES