04/09/10

MOSTEIRO DE SANTA MARIA DA VICTÓRIA - Batalha ( I )




(Música: Glória - de Filipe Magalhães)

5 comentários:

Rafael Diehl disse...

Belíssima expressão da fé em pedras e sons... a arte refletindo a Deus, Suma Beleza! =)

Rafael Diehl disse...

Grandiosa expressão da Fé em pedras e sons... a arte cumprindo com seu papel de refletir Deus, a Beleza por excelência! =)

ascendens disse...

Sim... e mais: a forma conferida às pedras ;)

É a questão interessante de poder ser dono material de algo e não ser o dono formal. O caso de uma pintura de um pintor vivo: eu compro o quadro mas não posso altera-lo porque o dono artístico continua a ser o pintor. Por este mesmo motivo, a Espanha, por exemplo, quanto ao património da humanidade, tem obra no México, mesmo que essas obras sejam MATERIALMENTE da responsabilidade do estado mexicano o autor da obra continua a ser a Espanha. Assim se explica que Portugal é o país com mais património classificado como "património da humanidade" entre todos os países do mundo, visto que uma boa parte desse património está fora dos actuais territórios portugueses.

Teresa disse...

Interessante a distinção entre dono material e dono formal - nunca tinha pensado nisso antes!

Todos os dias se tem algo para reflectir, sem dúvida...

ascendens disse...

Em direito os temos que usei têm outro nome. Escolhi os meus para este caso.

TEXTOS ANTERIORES